Home > ADVILLAGE > TIM está na dianteira no serviço 4G no Brasil, diz consultoria britânica

ADVILLAGE

02/08/2019 14:19 por Advillage

TIM está na dianteira no serviço 4G no Brasil, diz consultoria britânica

Operadora foi a única a superar a marca de 80% de disponibilidade 4G em julho, bem à frente da Claro e da Vivo; Oi não acompanha o ritmo

O nível de acesso 4G continua crescendo em ritmo acelerado no Brasil, segundo estudo da consultoria britânica OpenSignal, especializada em redes móveis. A TIM aparece em destaque no relatório de julho, ao ultrapassar a marca de 80% na métrica de Disponibilidade 4G. 

“Nossos usuários puderam encontrar uma conexão 4G nas redes da TIM 82,4% do tempo. A pontuação de Disponibilidade 4G da TIM aumentou quase 4 pontos percentuais nos últimos seis meses”, diz o estudo. “Em nosso último relatório [de janeiro], observamos que a Claro e a Vivo estavam começando a reduzir a significativa diferença de disponibilidade 4G da TIM, mas nesse ritmo de expansão do acesso a serviços 4G, a TIM não terá problemas em manter esses dois rivais à distância”.

De acordo com a consultoria, Claro e Vivo alcançaram alguns avanços. As duas operadoras experimentaram surtos de crescimento em Disponibilidade 4G Availability, quebrando a barreira dos 70% nos últimos seis meses. “Nossos usuários da Claro e da Vivo puderam se conectar aos serviços 4G em 71,9% e 72,1% do tempo, respectivamente. Isso representa um crescimento de 4 pontos percentuais ou mais para as duas empresas nessa métrica”, detalha o relatório. “A Oi continuou para trás em Disponibilidade 4G, já que nossos usuários só puderam acessar sua rede 4G 61,4% do tempo”.

O estudo aponta que um dos maiores vetores desse crescimento excepcional em Disponibilidade 4G é o investimento contínuo do Brasil em nova infraestrutura 4G usando a banda de 700 MHz. “Apesar de essa frequência ter sido leiloada em 2014, as operadoras vêm gradualmente ligando suas redes de 700 MHz”, diz o relatório, referindo-se à liberação gradual da frequência no processo de implantação da TV digital no país.

“Essa frequência fornece várias vantagens para as operadoras”. Mais espectro significa mais capacidade, o que se traduz em menor congestionamento e uma melhor experiência geral do usuário. Mas a vantagem mais significativa dos 700 MHz é a sua capacidade de se propagar amplamente nas áreas rurais e de penetrar nos muros das áreas urbanas”, segue o estudo.

O relatório de julho da OpenSignal traz vários detalhamentos técnicos sobre a evolução do 4G no Brasil, incluindo métricas de latência, velocidade de download e upload e experiência de vídeo. E faz uma análise regional com dados das 24 maiores cidades brasileiras.

Acesse o Mobile Network Experience Report aqui (em inglês).

Siga-nos no Twitter

'
Enviando