Home > ADVILLAGE > Sócio de Jack Ma no Alibaba compra o Brooklyn Nets, da NBA, por US$ 2,35 bilhões

ADVILLAGE

15/08/2019 16:23 por Advillage

Sócio de Jack Ma no Alibaba compra o Brooklyn Nets, da NBA, por US$ 2,35 bilhões

É o maior valor já pago por uma franquia esportiva; investimento de Joseph Tsai marca a entrada do dinheiro chinês no basquete dos EUA

O bilionário chinês Joseph Tsai, cofundador do gigante de internet Alibaba Group, fechou acordo para adquirir o controle do Brooklyn Nets, time nova-iorquino de basquete que disputa a NBA. Ele está adquirindo a participação de 51% do financista russo Mikhail Prokhorov por US$ 2,35 bilhões, segundo o The New York Post.

É o maior valor já pago por uma franquia esportiva, à frente da compra do Houston Rockets por Tilman Fertitta, em 2017, e do Carolina Panthers, equipe de futebol americano da Carolina do Norte adquirida em 2018 por David Tepper, ambos por US$ 2,2 bilhões. Tsai já havia comprado uma fatia de 49% do Nets em 2017, por US$ 1 bilhão.

De acordo com o The New York Times, espera-se que Tsai assuma também o controle da “casa” dos Nets, a arena Barclays Center, na área central do bairro do Brooklyn, com capacidade para 19 mil espectadores.

Em maré baixa na NBA, o Brooklyn Nets tenta se reerguer na próxima temporada com a chegada dos astros Kyrie Irving e Kevin Durant, contratados em julho.

O colunista Joe Barnathan, da Forbes, comenta que a compra do time nova-iorquino abre caminho para popularizar o Nets - e a NBA em geral - no mercado chinês, “que tem fome de basquete”. Não por coincidência, o Nets deve enfrentar o Los Angeles Lakers em dois jogos da pré-temporada na China em outubro, primeiro em Xangai e depois em Shenzhen.

Joseph Tsai, de 55 anos, fez fortuna com o Alibaba ao lado do sócio e presidente da empresa, Jack Ma. Ele é o segundo maior acionista da Alibaba, o que lhe dá um patrimônio líquido de US$ 9,5 bilhões, segundo estimativas da Forbes. Em maio deste ano, o bilionário também comprou a equipe de basquete feminino New York Liberty, da WNBA, por valor não revelado.

Times de basquete não são um investimento incomum para bilionários, anota a Business Insider. Steve Ballmer, da Microsoft, é dono do Los Angeles Clippers; Micky Arison, da Carnival Corp (maior operadora de cruzeiros marítimos do mundo), controla o Miami Heat, da Flórida.

Siga-nos no Twitter

'
Enviando