Home > ADVILLAGE > Recém-lançado no Brasil, Smithsonian Channel anuncia especiais nacionais sobre o Pantanal

ADVILLAGE

29/04/2019 16:33 por Advillage

Recém-lançado no Brasil, Smithsonian Channel anuncia especiais nacionais sobre o Pantanal

No primeiro momento o canal norte-americano será oferecido apenas pela NET

SMITHSONIAN CHANNEL JAGUAR
A NET anunciou hoje (29) que liberou o sinal do novo canal de seu line-up, o Smithsonian Channel, até o dia 26 de maio. O objetivo é marcar a estreia do canal no Brasil. Lançado na sexta-feira (26), ele está disponível, no primeiro momento, apenas na operadora do Grupo Globo (na posição 590). Encerrada a promoção, o canal poderá ser sintonizado somente por assinantes do pacote Top HD.

Propriedade da Smithsonian Networks, uma joint venture entre a Showtime Networks Inc. e a Smithsonian Institution, o Smithsonian Channel se apresenta como “um canal inspirador, que estimula a curiosidade e encanta”. Sua programação abrange uma grande variedade de assuntos, como história, viagens, aviação, exploração espacial, ciências, natureza e cultura pop.

O evento de lançamento, em São Paulo, reuniu o astronauta norte-americano Michael Massimino; o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações no Brasil, Marcos Pontes (ex-astronauta); João Carlos Saad, do Grupo Bandeirantes, parceiro do canal no Brasil; Tom Hayden, CEO do Smithsonian; e David Royle, vice-presidente executivo de programação nos Estados Unidos.

Produções brasileiras

No lançamento, executivos do canal anunciaram as duas primeiras produções originais brasileiras: dois documentários sobre o Pantanal, totalmente filmados em 4K e que ainda tem títulos provisórios em inglês: “Jaguarland” e “Brazil’s Emerald Oasis”. Cada especial terá uma hora de duração, com previsão de estreia este ano no Brasil e em outros países onde o canal está presente.

“Estamos entusiasmados com a oportunidade de retratar as belezas do Brasil, sobretudo a região única do Pantanal, com essas novas produções”, disse David Royle, vice-presidente executivo de Programação do Smithsonian Channel. “Elas sinalizam nosso compromisso de trabalho com a talentosa comunidade do audiovisual brasileiro. Estamos animados com a ideia de oferecer histórias locais relevantes para o novo público do Smithsonian Channel no Brasil e, também, com a possibilidade de levar esse mesmo conteúdo a uma audiência global”.

“Jaguarland” acompanha a população de onças-pintadas que habita uma área relativamente pequena do Pantanal, conhecida como “a terra do jaguar”. A região concentra a maior população do felino no mundo. “Nessas terras úmidas e exuberantes, as onças-pintadas caçam jacarés e capivaras, e chegam a alcançar até o dobro do peso médio de indivíduos da mesma espécie que vivem em outros biomas. Os grandes felinos são um grande atrativo para os turistas que visitam o Pantanal e, embora consideradas uma ameaça em outros tempos, hoje as onças-pintadas são valorizadas para a prática do ecoturismo”, diz a sinopse distribuída pelo canal.

“Brazil’s Emerald Oasis”, por sua vez, apresentará ao público o espetáculo de vida selvagem que se forma às margens do chamado “lago rebelde”, no período da seca. Conhecido como “o lago que nunca seca”, as águas do local atraem uma impressionante variedade de animais nos meses de estiagem – incluindo antas de quase 300 quilos, graciosos colhereiros (aves pernaltas que vivem em terrenos pantanosos) e uma infinidade de jacarés e onças-pintadas.

Siga-nos no Twitter

'
Enviando