Home > DOCES E SALGADOS > Primeiro-ministro iraquiano renuncia em meio a protestos e mais de 400 mortes

DOCES E SALGADOS

29/11/2019 15:07 por Redação

Primeiro-ministro iraquiano renuncia em meio a protestos e mais de 400 mortes

Adel Abdul Mahdi deixa o cargo após pedido do principal clérigo xiita do Iraque, o aiatolá Ali al-Sistani

O primeiro-ministro iraquiano, Adel Abdul Mahdi, disse nesta sexta-feira (29) que apresentará sua renúncia ao Parlamento para que os parlamentares possam escolher um novo governo, de acordo com um comunicado de seu gabinete. A decisão de Abdul Mahdi foi uma resposta a um pedido de mudança de liderança feito mais cedo pelo principal clérigo xiita do Iraque, o grande aiatolá Ali al-Sistani, segundo o comunicado.

Sistani é uma figura crucial da política iraquiana. Ele defendeu a substituição do governo, após um dos dias mais violentos do movimento de protesto, que já deixou mais de 400 mortos.

Desta maneira, o líder religioso xiita, de 89 anos, expressou pela primeira vez apoio inequívoco aos manifestantes que desde outubro exigem a queda do regime e a renovação da classe política, que acusam de corrupta, de ignorar a população e de reprimir os protestos com violência.

Com informações da Reuters

'
Enviando