Home > ADVILLAGE > Líder do ranking, Seleção alcança 22 milhões de seguidores nas redes sociais

ADVILLAGE

22/04/2019 13:15 por Advillage

Líder do ranking, Seleção alcança 22 milhões de seguidores nas redes sociais

Em ano de Copa América, time de Tite amplia vantagem sobre o México, segundo colocado; França mantém prestígio depois do título na Rússia

O entusiasmo dos franceses com o título da Copa do Mundo de 2018 não se arrefeceu nas redes sociais: os "Les Bleus" – a seleção francesa - novamente foram os que mais registraram novos seguidores em suas contas oficiais. Desde o ranking digital anterior do Ibope Repucom, elaborado em novembro do ano passado, a Fédération Française de Football (FFF) somou mais de um milhão de novos inscritos, ultrapassando os 17 milhões de seguidores, uma alta de 7%.

A seleção francesa liderou o crescimento no Twitter e no Instagram, plataformas que concentram 91% dos ovos inscritos nas contas oficiais da seleção francesa de futebol.

Com a iminência da Copa América deste ano, que voltará a ser realizada no Brasil após 30 anos, a Seleção Brasileira segue em alta no interesse nas mídias sociais e registra marcas importantes. A seleção canarinho ultrapassou os 22 milhões de inscritos em todas as suas plataformas e ampliou a vantagem para a seleção mexicana, vice-líder do ranking, para 1,8 milhão de inscritos. A Seleção foi a segunda que mais cresceu em volume com 640 mil novos inscritos (alta de 3%).

Inglaterra, Portugal e Argentina permaneceram entre os cinco maiores crescimentos nas mídias sociais no último semestre. Juntas, somaram mais de 175 mil inscritos. A Inglaterra liderou o crescimento no YouTube, e a seleção portuguesa, por sua vez, bateu a marca dos 8 milhões de inscritos e conquistou a oitava posição, ultrapassando a seleção espanhola.

O desempenho da Alemanha no último mundial pode ter refletido no baixo interesse em acompanhar a seleção tetracampeã. Os perfis oficiais da D.F.B. (Deutscher Fußball-Bund)somaram 72 mil novos inscritos no último trimestre, volume inferior às seleções da Holanda (122 mil novas inscrições), Peru (89 mil) e Japão (79 mil).

"Segundo nossa pesquisa SPONSORLINK, que mapeia os hábitos e consumo de mídia dos fãs de esporte, 66% dos 'superfãs de futebol' (parcela da população que manifesta alto interesse pela modalidade) afirmam sempre usar as redes sociais para se manterem informados sobre futebol”, diz José Colagrossi, diretor executivo do IBOPE Repucom.

“Portanto, hoje não há como pensar na execução de um trabalho de construção de imagem das federações de futebol sem a aproximação com os fãs e torcedores via mídias sociais. Levando em consideração a oferta menor de jogos de seleções, o relacionamento das federações de futebol com os fãs é fundamental para manter o interesse e engajamento dos torcedores durante toda a temporada", comenta o executivo.

Instagram - De maneira geral, chama a atenção a alta participação do Instagram no desenvolvimento das bases digitais das seleções de futebol ao redor do mundo. Considerando todas as 40 seleções monitoradas, o Instagram representou 77% de todas as novas inscrições no último semestre, classificando-o atualmente como o principal motor do interesse dos fãs de esporte por conteúdo das seleções de futebol do planeta.

O ranking geral de abril:

IBOPE SELEÇÕES

Siga-nos no Twitter

'
Enviando