Home > DOCES E SALGADOS > Atividade econômica brasileira cresceu 0,89% em 2019, aponta IBC-Br

DOCES E SALGADOS

14/02/2020 09:49 por Redação

Atividade econômica brasileira cresceu 0,89% em 2019, aponta IBC-Br

Em dezembro, porém, houve queda de -0,27%; indicador do Banco Central é considerado uma prévia do PIB

A atividade econômica brasileira registrou queda de -0,27% em dezembro/19, em relação ao mês anterior, resultado bem diverso do crescimento de 0,18% verificado entre outubro e novembro. O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), divulgado nesta sexta-feira (14) pelo Banco Central, tem ajuste sazonal.

Na comparação com dezembro de 2018 houve avanço de 1,28% na atividade econômica, de acordo com os dados sem ajuste, já que a comparação ocorre entre períodos iguais. Em 12 meses encerrados em dezembro, a economia cresceu 0,89% (sem ajuste).

O comportamento do indicador em 2019 foi influenciado pela queda de -1,1% da produção industrial, e pelas altas de 1,0% dos serviços e 1,8% do varejo (crescimento de 3,9% do varejo ampliado, que inclui as vendas de veículos e  de material de construção).

No quarto trimestre, o PIB cresceu 0,46%, segundo o IBC-Br. Os dados do PIB de 2019 serão apresentados pelo IBGE no próximo dia 4 de março.

O IBC-Br, considerado uma prévia do PIB, é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic.

O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos. Mas o indicador oficial sobre o desempenho da economia é o Produto Interno Bruto (PIB), calculado pelo IBGE.

'
Enviando