Home > DOCES E SALGADOS > IPCA varia 0,14% em abril e acumula 4,08% em 12 meses

DOCES E SALGADOS

10/05/2017 09:08 por Redação

IPCA varia 0,14% em abril e acumula 4,08% em 12 meses

É o terceiro mês seguido de desaceleração do índice, puxada por três dos nove grupos de despesa

Na terceira desaceleração mensal consecutiva, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, utilizado como inflação oficial) variou 0,14% em abril, em relação ao mês anterior. No ano passado, o IPCA do mês foi de 0,61%.

O IPCA acumulado em 12 meses ficou em 4,08%, abaixo da meta de 4,5% fixada pelo governo para o ano. É a menor taxa para 12 meses desde julho de 2007 (3,74%). No ano, o acumulado vai a 1,10%.

Os analistas do mercado financeiro ouvidos semanalmente pelo Boletim Focus, do Banco Central, apostavam num IPCA de 0,18% em abril; para o ano de 2017, projetam um índice de 4,01%.

As variações do IPCA nos últimos seis meses encerrados em março:

• Novembro: 0,18%
• Dezembro: 0,30%
• Janeiro: 0,38%
• Fevereiro: 0,33%
• Março: 0,25%
• Abril: 0,14%

Três dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados tiveram desaceleração entre março e abril, com destaque para Habitação (com deflação). No sentido inverso, as altas mais importantes do mês foram anotadas em Comunicação, Transportes (que ainda manteve deflação) e Alimentação.

IPCA
Habitação – A queda de 6,39% no item energia elétrica foi influenciada por descontos aplicados sobre as contas, por decisão da Aneel, de modo a compensar os consumidores pela cobrança indevida, em 2016, do chamado Encargo de Energia de Reserva (EER) destinado a remunerar a usina de Angra III.

Transportes - A variação do grupo (-0,06%) foi influenciada pelos combustíveis (-1,95%), já que o litro da gasolina ficou mais barato em 1,75% e o etanol em 3,33%. Por outro lado, houve, no grupo, pressão das passagens aéreas, com alta de 15,48%, e dos ônibus urbanos, com 0,69%.

A respeito dos ônibus, foi registrado aumento de 7,73% na região metropolitana de Porto Alegre, onde o reajuste de 8,00% entrou em vigor a partir do dia 31 de março, além de 6,67% em Recife, região onde, a partir de 26 de março, deixou de ser concedido o benefício do pagamento de meia tarifa aos domingos..

Localidades

Dentre os índices regionais, o mais baixo foi anotado em Salvador (-0,22%). Já a região metropolitana de Brasília teve o índice mais elevado (0,54%).

A variação do IPCA em março e abril nas 13 regiões investigadas, e o acumulado de 12 meses:

IPCA
Calculado pelo IBGE desde 1980, o IPCA se refere às famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange onze regiões metropolitanas do país, além de Brasília e dos municípios de Goiânia e Campo Grande.

Para cálculo do índice de março foram comparados os preços coletados no período de 30 de março a 28 de abril (referência) com os preços vigentes entre 25 de fevereiro e 29 de março de 2017 (base).

Análise: IPCA de abril confirma tendência de desaceleração disseminada da inflação.

'
Enviando