Home > ADVILLAGE > Paraty recebe título de patrimônio mundial da Unesco

ADVILLAGE

05/07/2019 12:03 por Advillage

Paraty recebe título de patrimônio mundial da Unesco

Cidade no litoral fluminense se torna o primeiro sítio misto - reconhecido por sua cultura e natureza - localizado no Brasil

PARATY
O Comitê Patrimônio Mundial da Unesco decidiu nesta sexta-feira (5) incluir o município de Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro, na lista de Patrimônio Mundial Misto. A localidade torna-se o 22º bem brasileiro a receber o título, ao lado de sete sítios naturais e 14 sítios culturais já reconhecidos.  Veja a lista aqui.

A área de abrangência do novo patrimônio brasileiro envolve porções territoriais de oito municípios dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, sendo que a maior parte da área núcleo está em Paraty e Angra dos Reis. A região engloba o Parque Nacional da Serra da Bocaina, o Parque Estadual da Ilha Grande, a Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul, a Área de Proteção Ambiental de Cairuçu e o Centro Histórico de Paraty e Morro da Vila Velha.

“Paraty já é integrante da Rede de Cidades Criativas da Unesco na categoria gastronomia e, agora, mostra a riqueza da diversidade local se tornando patrimônio mundial misto, ou seja, tanto cultural quanto natural”, afirma a representante da agência da ONU no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto.

“Formada pelo intercâmbio das culturas indígena, africana e caiçara que se expressam nos bens culturais da cidade, Paraty engloba uma fusão de características próprias do patrimônio material e do imaterial. Ao mesmo tempo, a cidade apresenta exemplos de povos tradicionais que usam a terra e o mar de forma sustentável, demostrando a interação do homem com o meio ambiente. Ao se unir à Ilha Grande, o sítio torna-se ainda mais representativo com áreas de beleza natural excepcional”, celebra Marlova, que é diretora do escritório da Unesco em Brasília desde 2017.

“Em Paraty e Ilha Grande, uma área com diversas reservas ecológicas, vemos de maneira excepcional e única uma conjunção de beleza natural, biodiversidade ímpar, manifestações culturais, um fabuloso conjunto histórico e importantes testemunhos arqueológicos para a compreensão da evolução da humanidade no planeta Terra”, acrescenta Kátia Bogéa, presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Siga-nos no Twitter

'
Enviando