Home > ADVILLAGE > Morre no Rio o sambista Elton Medeiros, aos 89 anos

ADVILLAGE

04/09/2019 11:09 por Advillage

Morre no Rio o sambista Elton Medeiros, aos 89 anos

Considerado um dos principais nomes da história do samba, artista não resistiu às complicações de uma pneumonia

ELTON MEDEIROS
O sambista, compositor e radialista carioca Elton Medeiros morreu na noite desta terça-feira, aos 89 anos, vítima de complicações decorrentes de uma pneumonia.

Segundo um sobrinho, o artista já havia sido internado por um mês em um hospital em Copacabana, mas recebeu alta para receber cuidados em casa, no bairro de Laranjeiras. Na segunda-feira (2), o sambista passou mal e foi levado para a Casa de Saúde Pinheiro Machado, onde morreu por volta das 20h15 de ontem.

Considerado um dos melhores melodistas e ritmistas da história do samba, Elton iniciou sua trajetória musical aos 17 anos. De dia, se apresentava com a Orquestra Juvenil de Estudantes, na Rádio Roquette Pinto. À noite, tocava trombone na gafieira Fogão, e à noite tocava trombone na gafieira Fogão, dirigida pelo baterista e compositor Uriel Azevedo.

Foi no Zicartola, mítico bar musical instalado num sobrado da Rua da Carioca, no centro do Rio, que Elton Medeiros começou a conviver com sambistas como Cartola, Nelson Cavaquinho, Zé Ketti, Ismael Silva e Paulinho da Viola, que se tornaria seu principal parceiro musical.

Entre os principais sambas de Elton Medeiros, destacam-se clássicos como "Peito Vazio", "O Sol Nascerá" (em parceria com Cartola), "Pressentimento" (com Hermínio Bello de Carvalho), "Mascarada" (Zé Ketti) e "Onde a Dor Não Tem Razão" (com Paulinho da Viola).

O velório do artista será realizado a partir das 14h, no cemitério do Catumbi, na zona norte do Rio. O enterro está marcado para as 15h30.

Siga-nos no Twitter

'
Enviando